FAQs

As respostas às perguntas mais frequentes

Não, não é necessário. Os beneficiários de projetos Erasmus + ou Corpo Europeu de Solidariedade, titulares de uma acreditação de voluntariado Erasmus +, poderão concluir os projetos financiados ao abrigo dos atuais programas, mesmo que esses projetos sejam implementados depois de dezembro de 2021.


Todas as organizações titulares de uma acreditação Erasmus + terão a sua validade prolongada até 31/12/2021. Esta extensão terá as seguintes implicações práticas:

 a) As organizações titulares de acreditação Erasmus + poderão utilizar a sua acreditação para participar como parceiros em atividades de voluntariado financiadas ao abrigo dos programas atuais e do futuro Corpo Europeu de Solidariedade até 31 de dezembro de 2021.

b) Se as organizações titulares de acreditação Erasmus + pretenderem participar como Organização Candidata no novo programa, deverão apresentar um pedido de Selo de Qualidade.


Não será necessário candidatar-se novamente pois haverá um processo de transição.

O processo de transição para o novo programa será realizado utilizando os seguintes procedimentos:

- Prorrogação da validade dos atuais Selos de Qualidade:

a) Todas as organizações que atualmente detêm um Selo de Qualidade válido e cujo prazo de validade terminou no final de 2020, terão a sua validade alargada para o mesmo âmbito e função por todo o período de vigência do Corpo Europeu de Solidariedade - 2021-2027 e podem atuar como organizações parceiras no novo Programa.

 b) Organizações detentoras de um Selo de Qualidade válido, mas que pretendem expandir o seu âmbito e função ou atuarem como organizações Candidatas no novo programa CES, terão de fazer um upgrade simplificado do Selo de Qualidade.


O Selo de Qualidade irá manter os seus princípios e características base, mas o sistema de implementação será adaptado com o objetivo de simplificar os procedimentos de atribuição de financiamento e, ao mesmo tempo, reforçar o papel do Selo de Qualidade na monitorização do desempenho das organizações.

Assim, aquando do processo de pedido do Selo de Qualidade, as organizações deverão declarar se pretendem candidatar-se a financiamento ou não. Esta alteração introduz uma distinção clara na tipologia entre organizações.

A saber:

a) Organizações Candidatas- entidades que solicitam financiamento e são responsáveis pela implementação dos projetos;

b) Organizações Parceiras - organizações que só participam nas atividades como parceiros.

Consequentemente, as organizações responderão no formulário de candidatura, apenas às questões relevantes para o âmbito e função da tipologia a que se candidatam.


Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização Está a usar um navegador desatualizado. Por favor, actualize o seu navegador para melhorar a sua experiência de navegação.