O que apoiamos?

Saiba mais sobre os nossos fundamentos

icon-mobilidade.png

MOBILIDADE

Esta ação permitirá apoiar 3 tipos de projetos: intercâmbios, serviço voluntário europeu e formação e ligação em rede.

Ver mais
icon-parcerias-estrategicas.png

PARCERIAS
ESTRATÉGICAS

As Parcerias estratégicas visam apoiar o desenvolvimento, a transferência e/ou a aplicação de práticas inovadoras.

Ver mais
icon-reformas-politicas.png

REFORMAS
POLÍTICAS

Os princípios e as práticas de aprendizagem não-formal estão refletidos em todo o projeto de execução.

Ver mais
icon-desporto.png

DESPORTO

Todas as candidaturas no âmbito do Desporto devem ser feitas diretamente à Agência Executiva, em Bruxelas.

Ver mais

Últimas Notícias

Fique a par de todas as novidades!

Como podemos ajudar?

Consulte as respostas às perguntas mais frequentes

Os candidatos precisam demonstrar que possuem capacidade adequada para realizar os projetos Erasmus + JA com sucesso e geri-los de acordo com o acordo celebrado com a Agência Nacional e o Guia do Programa, publicado pela Comissão Europeia. A avaliação da capacidade de organização levará em consideração:

• A gestão da organização (por exemplo, detalhes e funções dos funcionários envolvidos gestão da organização, incluindo detalhes de qualquer financiamento e apoio administrativo)

• O seu passado histórico, se houver, na realização de projectos financiados pela Comissão Europeia

• O número de funcionários e voluntários que estarão envolvidos na gestão do projeto

• O acesso a redes de apoio (só para pequenos grupos)

• Os resultados do acompanhamento anterior ou auditorias pela Agência Nacional.


As informações acima são solicitados no formulário de inscrição on-line, mas, se necessário, informações adicionais podem ser solicitados.

A Agência Nacional irá limitar o número de projetos vivos que uma organização gere a qualquer momento se houver provas suficientes da capacidade organizacional para os realizar com sucesso.

Todos os projetos Erasmus + são cofinanciados, i.e., não são apoiados a 100% e é necessário que a organização tenha capacidade de suportar algumas despesas.

Por isso, os candidatos devem demonstrar que têm reservas adequadas ou capacidade para fazer face a essas despesas e realizar o projeto com sucesso.

Neste caso em particular, a Suiça está equiparada a País Parceiro para algumas ações do Programa, como poderás verificar na nota de Comissão Europeia:

 "Therefore, as foreseen in the Erasmus+ Regulation, until such an agreement is signed, Switzerland will not participate in Erasmus+ on an equal footing with Member States (i.e. as a "Programme Countr") as initially envisaged, but will rather enjoy the same status as other third countries (i.e. as a "Partner Country"). Esta informação pode ser alterada a qualquer momento.

 

Não, com as novas orientações do programa, terá de vir de uma organização, em vez de um indivíduo. Mas há apoio a projetos específicos para o sector da juventude para permitir que os grupos informais de jovens se possam candidatar.

Sim. Cada ação chave tem a sua data de submissão de candidatura, que pode ou não ser coincidente com as outras.

Podes saber as datas neste site, no menu principal - Como candidatar - e seguindo os passos de cada ação chave ou no Convite à Apresentação de Candidaturas 2015 do Programa Erasmus+.

Eurodesk

Clica para saber mais desta associação

Saber mais
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização Está a usar um navegador desatualizado. Por favor, actualize o seu navegador para melhorar a sua experiência de navegação.